7/24 Consultoria e Soluções

7 days

&

24 hours

Consultoria e Soluções 

 

 

 

 
 

 

COVID-19 Declaração de Pandemia  pelo Director Geral da WHO/OMB

Discurso de abertura do Diretor-Geral da WHO/OMS no briefing de Missão sobre COVID-19 - 12 de Março de 2020

A informação constante desta página foi publicada pela

WHO (OMS – Organização Mundial de Saúde)

 

Excelências, queridos colegas e amigos,

Antes de mais, gostaria de dizer bom dia.
Como vocês sabem, ontem eu disse que o surto global de COVID-19 agora pode ser descrito como uma pandemia.


Esta não é uma decisão que tomamos de ânimo leve.

Fizemos essa avaliação por dois motivos principais: primeiro, devido à velocidade e escala da transmissão.

Agora, quase 125.000 casos foram relatados à OMS, de 118 países e territórios. Nas últimas duas semanas, o número de casos relatados fora da China aumentou quase 13 vezes e o número de países afectados quase triplicou.

A segunda razão é que, apesar de nossos alertas frequentes, estamos profundamente preocupados que alguns países não estejam enfrentando essa ameaça com o nível de compromisso político necessário para controlá-la.

Deixe-me ser claro: descrever isso como uma pandemia não significa que os países devam desistir. A ideia de que os países devem passar da contenção para a mitigação é errada e perigosa.

Pelo contrário, temos que dobrar.

Esta é uma pandemia controlável. Os países que decidem desistir de medidas fundamentais de saúde pública podem acabar com um problema maior e um fardo mais pesado para o sistema de saúde que exige medidas mais severas de controle.

Todos os países devem encontrar um bom equilíbrio entre proteger a saúde, impedir perturbações económicas e sociais e respeitar os direitos humanos.

Instamos todos os países a adoptarem uma abordagem abrangente, adaptada às suas circunstâncias - com a contenção como pilar central.

Estamos pedindo aos países que adoptem uma estratégia em quatro frentes:

Primeiro, prepare e esteja pronto.

Ainda existem 77 países e territórios sem casos relatados e 55 países e territórios que relataram 10 casos ou menos.

E todos os países com casos têm áreas não afectadas. Você tem a oportunidade de continuar assim. Prepare seu pessoal e suas instalações de saúde.

Segundo, detectar, prevenir e tratar.

Você não pode combater um vírus se não souber onde ele está. Isso significa uma vigilância robusta para encontrar, isolar, testar e tratar todos os casos, para quebrar as cadeias de transmissão.

Terceiro, reduzir e suprimir.

Para salvar vidas, precisamos reduzir a transmissão. Isso significa encontrar e isolar o maior número possível de casos e colocar em quarentena os contactos mais próximos. Mesmo que você não consiga interromper a transmissão, você pode desacelerá-la e proteger instalações de saúde, lares para idosos e outras áreas vitais - mas apenas se você testar todos os casos suspeitos.

E quarto, inovar e melhorar.

Este é um novo vírus e uma nova situação. Estamos todos aprendendo e todos devemos encontrar novas maneiras de prevenir infecções, salvar vidas e minimizar o impacto. Todos os países têm lições para compartilhar.

A WHO/OMS trabalha dia e noite para apoiar todos os países.

Enviamos suprimentos de equipamentos de protecção individual para 57 países, estamos nos preparando para enviar para outros 28 e enviamos suprimentos de laboratório para 120 países.

Publicamos um roteiro de pesquisa e desenvolvimento, com um conjunto de protocolos básicos sobre como os estudos devem ser realizados.

Publicamos um pacote abrangente de orientações técnicas.

Tivemos mais de 176.000 inscrições em nossos cursos de formação COVID no OpenWHO.

Estamos trabalhando com o Fórum Económico Mundial e as Câmaras de Comércio Internacionais para envolver o sector privado. Também estamos trabalhando com a FIFA.

Estamos trabalhando com nossos colegas do sistema da ONU para apoiar os países no desenvolvimento de seus planos de preparação e resposta, de acordo com os oito pilares.

E mais de 440 milhões de dólares americanos foram comprometidos com o Plano Estratégico de Preparação e Resposta da OMS.

Agradecemos aos países que contribuíram, especialmente aos que contribuíram com fundos totalmente flexíveis. Por se tratar de uma situação dinâmica, precisamos da maior flexibilidade possível para fornecer o melhor suporte possível. No espírito de solidariedade, pedimos aos países que não reservem fundos para essa resposta.

Obrigado a todos mais uma vez por seu apoio e comprometimento.

Como eu continuo dizendo, estamos juntos nisto.

Eu que agradeço.

12 Março 2020

 

 

 
     

 

©2020 724.pt

  Siga-nos no facebook

7/24 Home Page - Página Principal  Adicione esta página ao seus favoritos  7/24 Correio Electrónico